Os Profissionais do Livro: O Tradutor

Muitos de vocês não sabem, mas eu sou formada em Tradução e Interpretação – e em Nutrição também, mas isso não vem ao caso – então compartilharei um pouco do meu conhecimento a respeito do assunto.

O que faz um Tradutor?

Você pode dizer: Isso é óbvio, Mayla. Traduz! Sim, mas não é tão simples. Existem diversas áreas de atuação para um tradutor. Para entender, pense em tudo o que é produzido em idioma estrangeiro e precise se tornar acessível para um público de outro país. O profissional pode fazer a tradução de documentos, trabalhos acadêmicos, sites, notícias, e-commerce, livros, legendas, jogos, entre outros, e ainda pode trabalhar como intérprete, que é um pouco diferente, pois trabalha principalmente com o idioma falado como no caso de conferências, reuniões, audiências, palestras, etc.

Como aqui no Síntese Nerd nosso foco é o universo literário, vamos falar sobre a atuação do tradutor de livros. Existem algumas maneiras diferentes de iniciar a carreira de tradutor literário. A mais comum é trabalhar como freelancer para as editoras, pois são estas que detém os direitos dos livros que serão traduzidos para o idioma de destino, mas há também quem trabalhe diretamente com os autores, há quem comece em plataformas como a Babelcube em que toda a negociação é feita com o autor, mas quem publica nos pontos de venda é a plataforma, enfim, o ponto em comum é a tradução de livros. Vamos explorar um pouco mais o trabalho do tradutor nas editoras.

Como se tornar um tradutor

A Tradução não é uma profissão regulamentada, ou seja, não há a obrigatoriedade de ser formado em tradução para exercer a profissão. Tecnicamente você precisaria ter apenas o domínio de pelo menos dois idiomas para ser capaz de traduzir. No entanto, traduzir não é apenas pegar um texto em um idioma e entregá-lo em outro. A tradução, principalmente a literária, necessita de um conhecimento específico sobre suas teorias e técnicas para que o texto seja perfeitamente adaptado para seus leitores. Existe muita coisa envolvida além dos idiomas, existe a cultura, os costumes, as crenças, dependendo do público-alvo e do tipo de texto, existe também a arte, o sentido, a estrutura. No caso de textos poéticos então essa discussão pode ir longe. O fato é que para se traduzir literatura é necessário mais do que conhecimento linguístico.

Existem alguns cursos de tradução, algumas mentorias para tradutores iniciantes e, obviamente, cursos de nível superior de formação de tradutores. Um muito indicado voltado especificamente para tradução literária é o da Casa Guilherme de Almeida, além do curso de formação há um programa de aprimoramento, oficinas, palestras e diversos eventos sobre o assunto.

Como traduzir para editoras

Depois de estudar sobre o assunto, recomendo que você faça algumas traduções voluntárias, ou até mesmo em plataformas como a Babelcube. Algumas editoras vão solicitar amostras de traduções realizadas por você para conhecer seu trabalho.

A segunda etapa é ir atrás das editoras. Não tem muito segredo, infelizmente. Algumas editoras anunciam suas oportunidades em sites e aplicativos de vagas, outras você poderá entrar em contato pelo próprio site da empresa clicando no campo Trabalhe Conosco. Persista, continue tentando, continue praticando, estudando e se apresentando às editoras. Mantenha contato com outros profissionais da área. Em breve estará traduzindo seu autor preferido. Quem sabe?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s