Resenha: Eu não sei quem você é

Já faz um tempo que eu queria assinar a Tag Livros. Ficava namorando as caixinhas e pensando se os livros me agradariam, com um pouco de medo de não serem dos gêneros que costumo ler. Recentemente decidi que sairia da minha zona de conforto literário e estou tentando ler gêneros que não fazem parte dos meus hábitos e percebi que era o momento perfeito para assinar a Tag.

A de março foi a minha primeira caixinha, e mostrei os detalhes lá no Instagram assim que chegou. Então hoje eu trago a resenha do livro que recebi neste primeiro mês: Eu não sei quem você é, da escritora Penny Hancock.

Sinopse da editora:

Jules e Holly são melhores amigas desde os tempos de faculdade. Elas compartilham tudo, desde detalhes do cotidiano até segredos e confissões. Saul, filho de Holly, e Saffie, filha de Jules, cresceram juntos, com apenas três anos de diferença. Quando Saffie faz uma denúncia grave contra Saul, nenhuma das duas amigas está preparada para o impacto devastador que o fato terá na amizade e na vida das suas famílias.

Em uma trama de suspense muito bem construída, somos levados a refletir sobre as relações humanas e o quanto realmente conhecemos as pessoas que nos cercam. 

Holly apresenta seminários sobre consentimento sexual, e é um tema que defende com todas as suas forças, mas quando seu próprio filho é acusado de estupro, suas convicções serão colocadas à prova.

Narrado em capítulos que alternam entre Holly, em primeira pessoa, e Jules, em terceira pessoa, Eu não sei quem você é nos faz questionar o envolvimento de cada um dos personagens na acusação em questão. Dizem que em momentos de conflitos o pior de cada um vem à tona, e temos a confirmação disso em muitas ocasiões na história.

Com uma escrita impecável, Penny nos apresenta uma Londres sob o olhar de alguém apaixonada pela literatura, incluindo em suas descrições os locais frequentados por escritores famosos, bibliotecas e instituições acadêmicas. Com grande parte também ambientada na região dos Fenlands, cenários bucólicos se fazem presentes em muitos momentos da narrativa.

“Por que eu vivi tanto tempo fingindo não ver o que estava bem diante dos meus olhos? Eu achava que conhecia essas pessoas. Achava que conhecia essas pessoas por inteiro. Mas não.”

Um livro intrigante, cujos parágrafos nos prendem cada vez mais, ansiando por respostas, com uma história envolvente e personagens complexos e multifacetados. Eu não sei quem você é é um livro para gerar discussões e reflexões sobre assuntos de extrema relevância. Com momentos angustiantes devido ao tema central, apenas não recomendo a leitores sensíveis que possam ser afetados por possíveis gatilhos. 

E então, o quanto você conhece as pessoas ao seu redor? 

Sobre a autora:

Penny Hancock é uma escritora, jornalista e professora inglesa. Autora de quatro livros, sendo Eu não sei quem você é o mais recente. Também publicou diversos contos e escreveu sobre família e relacionamentos para veículos como o The Guardian, The Times e The Independent.

Ficha de leitura:

Livro: Eu não sei quem você é

Aurora: Penny Hancock

Editora: Editora Dublinense

Páginas: 413

Nota: 5/5⭐ 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s