Resenha: A Garota Que Não Se Calou – Abi Daré

Alguns livros nos levam às lágrimas por inúmeros motivos. Esse te levará às lágrimas por Adunni e por milhares de meninas que têm o mesmo destino da protagonista desta história. Confira a resenha de A Garota Que Não se Calou, obra de estreia da escritora nigeriana Abi Daré.

Sinopse: 

A garota que não se calou conta a história de Adunni, uma menina nigeriana de quatorze anos que tem o sonho de estudar. Sua mãe disse que a educação é a única maneira de não se calar — de não perder a capacidade de falar por si mesma e decidir seu próprio futuro. Mas, em vez disso, o pai de Adunni a vende para ser a terceira esposa de um homem local que está ansioso para que ela lhe dê um herdeiro. Quando Adunni foge para a cidade, na esperança de ter uma vida melhor, ela descobre que sua única opção é a servidão a uma família rica. Como filha submissa, esposa subserviente e escrava impotente, Adunni ouve, por palavras e atos, que ela não é nada. Mas, embora os infortúnios possam abafar sua voz por um tempo, eles não podem silenciá-la. E, quando ela percebe que deve se levantar não apenas por si, mas também pelas outras garotas, pelas que vieram antes dela e se perderam e pelas próximas que inevitavelmente irão seguir esse caminho, ela toma a decisão de falar até que seja ouvida.

A ingenuidade e a esperteza de Adunni certamente te encantarão. Abi Daré constrói o tipo de personagem que é impossível não criar uma conexão. Narrado em primeira pessoa por Adunni, o livro é escrito da maneira que a menina fala, com todos os erros gramaticais e um texto carregado de sua personalidade. Essa característica me lembrou um pouco A Cor Púrpura, de Alice Walker.

“Eu rasgo o papel em pedaço e jogo no chão. Aí nado fundo no rio da minha alma, encontro a chave aonde ela está, cheia de ferrugem, no fundo do rio, e abro a fechadura. Eu ajoelho do lado da minha cama, fecho os olho, me transformo numa xícara e despejo a memória de mim.”

Abi Daré retrata de maneira tocante a triste realidade de tantas crianças, não apenas da Nigéria, mas do mundo. É um tema forte e, infelizmente, atual. Estima-se, ainda, que a pandemia tenha piorado a questão, resultando no aumento da venda de meninas para casamentos e trabalhos domésticos.

“Fatos da Nigéria: Apesar da criação da Agência Nacional para a Proibição do Tráfico de Pessoas, em 2003, para combater o tráfico de pessoas e crimes relacionados, um relatório da UNICEF de 2006 mostrou que aproximadamente 15 milhões de crianças menores de 14 anos, principalmente garotas, estavam trabalhando em toda a Nigéria.”

Uma obra riquíssima que te levará às lágrimas. A garota que não se calou fala sobre o poder da educação e de podermos ser ouvidos quando o mundo quer nos silenciar. Com uma linguagem poética em diversos momentos, o texto consegue ser leve, enquanto é denso, uma leitura rápida, embora de ritmo lento, uma doçura, embora amargo como a vida.

Sobre a autora:

Abi Daré cresceu em Lagos, Nigéria, e mora no Reino Unido há dezoito anos. Ela estudou direito na Universidade de Wolverhampton. A garota que não se calou ganhou o prêmio The Bath Novel para manuscritos inéditos em 2018 e foi selecionado como finalista em 2018 no The Literary Consultancy Pen Factor. Abi mora em Essex com o marido e duas filhas, que a inspiraram a escrever seu romance de estreia.

Ficha de leitura:

Livro: A garota que não se calou

Autora: Abi Daré

Editora: Verus / TAG

Páginas: 348

Nota: 5/5⭐

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s